Pular para o conteúdo principal

Osvaldo Shimoda: A Obsessão Espiritual como doença da Alma, já é reconhecida pela Medicina



Resolvi postar este texto abaixo do Terapeuta Osvaldo Shimoda, onde o mesmo descreve que a Medicina já reconhece a Obsessão Espiritual, como doença da Alma.

Para quem não leu este texto, tai a oportunidade.

Nós que trabalhamos com a Psicoterapia Reencarnacionista no dia-a-dia, sempre tivemos uma proposta significativa de (somar forças) com a Medicina Tradicional e nunca separar forças.

É muito melhor e mais inteligente somar forças e conhecimentos quando o assunto é o bem estar, cuidados, auxílio, saúde física, mental, emocional e espiritual das pessoas.


Um dado interessante que vale se comentar, já faz aproximadamente um pouco mais oito anos que o Conselho de Medicina reconhece a “Acupuntura” como um método que cura doenças, porém, esta medicina oriental existe há mais de 2.500 anos, a humanidade vem sem tratando e curando de doenças das mais variadas naturezas há milhares de anos na história.

Hoje em dia o tratamento de Acupuntura é aceito em todos os convênios médicos, mas se fossemos pensar em uma realidade não muito distante no tempo de mais ou menos quinze anos atrás e cogitássemos a hipótese da Acupuntura ser reconhecida pelo Conselho de Medicina e ainda mais ser aceita entre todos os convênios médicos, essa situação seria quase impossível de se considerar.

É a evolução chega de qualquer jeito...

Hoje a Medicina vem se atualizando em várias áreas e com a evolução e expansão da consciência da humanidade (ainda devagar), mas sendo uma realidade, em um futuro próximo a Medicina Tradicional estará andado lado a lado com as Terapias Alternativas, Espirituais e Energéticas, numa espécie de trabalho conjunto, um trabalho de “soma de forças” com um único objetivo: O auxílio do ser humano como ser físico e ser espiritual (imortal).

Cada vez mais estaremos caminhando juntos, multiplicando nossos conhecimentos em benefício do Ser, pois, o Ser Humano necessita realmente de tratamento com união das forças, tanto na esfera física, metal, emocional e espiritual.

Aproveitem a leitura...

Um [ ] fraterno...

Artigo abaixo:

A Obsessão Espiritual
:: Osvaldo Shimoda ::
A Obsessão Espiritual como doença da Alma, já é reconhecida pela Medicina

Em artigos anteriores, escrevi que a Obsessão espiritual, na qualidade de doença da alma, ainda não era catalogada nos compêndios da Medicina, por esta se estruturar numa visão cartesiana, puramente organicista do ser e, com isso, não levava em consideração a existência da alma, do espírito.

No entanto, quero retificar, atualizar os leitores de meus artigos essa informação, pois desde 1998, a Organização Mundial da Saúde (OMS) incluiu o bem-estar espiritual como uma das definições de saúde, ao lado do aspecto físico, mental e social.

Antes, a OMS definia saúde como o estado de completo bem-estar biológico, psicológico e social do ser humano e desconsiderava o bem estar espiritual, isto é, o sofrimento da alma; tinha, portanto, uma visão reducionista, organicista da natureza humana, não a vendo em sua totalidade: mente corpo e espírito.

Mas, após a data mencionada acima, ela passou a definir saúde como o estado de completo bem-estar do ser humano integral: biológico, psicológico e espiritual. Desta forma, a Obsessão espiritual oficialmente passou a ser conhecida na Medicina como possessão e estado de transe, que é um item do CID -O Código Internacional de Doenças- que permite o diagnóstico da interferência espiritual obsessora.

O CID 10, item F.44.3 - define estado de transe e possessão como a perda transitória da identidade com manutenção de consciência do meio-ambiente, fazendo a distinção entre os normais, ou seja, os que acontecem por incorporação ou atuação dos espíritos, dos que são patológicos, provocados por doença. Os casos, por exemplo, em que a pessoa entra em transe durante os cultos religiosos e sessões mediúnicas não são considerados doença. Neste aspecto, a alucinação é um sintoma que pode surgir tanto nos transtornos mentais psiquiátricos -nesse caso, seria uma doença, um transtorno dissociativo psicótico ou o que popularmente se chama de loucura- bem como na interferência de um ser desencarnado das trevas, a Obsessão espiritual.

Portanto, a Psiquiatria já faz a distinção entre o estado de transe normal e o dos psicóticos que seriam anormais ou doentios. O manual de estatística de desordens mentais da Associação Americana de Psiquiatria - DSM IV - alerta que o médico deve tomar cuidado para não diagnosticar de forma equivocada como alucinação ou psicose, casos de pessoas de determinadas comunidades religiosas que dizem ver ou ouvir espíritos de pessoas mortas, porque isso pode não significar uma alucinação ou loucura.

Na Faculdade de Medicina da USP, o Dr.Sérgio Felipe de Oliveira, médico, coordena a cadeira (hoje obrigatória) de Medicina e Espiritualidade.
Na Psicologia, Carl Gustav Jung, discípulo de Freud, estudou o caso de uma médium que recebia espíritos por incorporação nas sessões espíritas.

Na prática, embora o Código Internacional de Doenças (CID) seja conhecido no mundo todo, lamentavelmente o que se percebe ainda é muitos médicos rotularem todas as pessoas que dizem ouvir vozes ou ver espíritos como psicóticas e tratam-nas com medicamentos pesados pelo resto de suas vidas. 

Em minha prática clínica, a grande maioria de meus pacientes, que são rotulados pelos psiquiatras de "psicóticos" por ouvirem vozes (clariaudiência) ou verem espíritos (clarividência), na verdade, são médiuns com desequilíbrio mediúnico e não com um desequilíbrio mental, psiquiátrico.
Muitos desses pacientes poderiam se curar a partir do momento que tivermos uma Medicina que leva em consideração o ser integral.

Portanto, a obsessão espiritual como uma enfermidade da alma, merece ser estudada de forma séria e aprofundada para que possamos melhorar a qualidade de vida do enfermo.

Por conta disso, escrevi um artigo, cujo título é "Terapia Médica e Terapia Espiritual: Por que dividir se podemos somar", a importância de agregarmos as duas abordagens terapêuticas.



Canal Sol do Everest, um Portal deEntretenimento, que reúnem Vídeos, Áudios, Palestras, Cursos, Entrevistas, Programas de TV, Rádio, Filmes, Músicas e tudo com muita Qualidade e feito com muita dedicação para vocês que passam por aqui...
Para acessar seu conteúdo, entre em www.youtube.com/soldoeverest

Postagens mais visitadas deste blog

Brian Weiss - Sobre Almas Gêmeas.

Em "SÓ O AMOR É REAL", Brian Weiss revela que cada um de nós possui alguém que nos acompanha pela eternidade. Alguém que já tivemos a felicidade de encontrar ou que está à nossa procura, porque fomos destinados, para sempre, um ao outro.

Não há coincidências no amor. "A alma do homem é como a água; vem do céu, e sobe para o céu, para depois voltar à Terra, em eterno ir e vir". O destino determina o encontro de almas gêmeas. Sem dúvida, estamos fadados a encontrá-las. Mas o que decidimos fazer depois desse encontro depende de opção ou de livre arbítrio. Uma opção errada ou uma oportunidade perdida pode resultar em incrível solidão e sofrimento. Escolhas certas e oportunidades realizadas podem trazer-nos profunda satisfação e felicidade.

Para cada um de nós, existe alguma pessoa especial. Muitas vezes existem duas, três ou mesmo quatro. Todas vêm de gerações diferentes. Atravessam oceanos de tempo e profundidades celestiais para estarem conosco novamente. Vêm do outr…

Jefferson L. Orlando: A mudança acontece de dentro para fora...

A tão esperada virada do jogo começa dentro de nós, para só assim então, colocarmos ela em prática para fora em nossas atitudes e ações.
Não existe mudança verdadeira, quando a atitude parte somente de fora.
Não se engane querendo mostrar atitudes externas que não condizem com as internas, quando o silêncio da noite chegar e no seu íntimo você acessar, no mesmo momento irá saber que tem algo ai dentro que não mudou.
Para mudar é preciso coragem, determinação, foco, objetivo, garra e principalmente a tão esperada mudança nos padrões de pensamentos.
Se acostumar com os pensamentos a que vem tendo desde criança até hoje é fácil, não precisar mudar nada e chega a ser cômodo. Sair da zona de conforto às vezes é crucial, mas quase ninguém quer sair do conforto de não precisar colocar as mãos na massa da transformação.
A zona de conforto, não é necessariamente uma área em que a pessoa esteja vivendo uma vida ótima, com um excelente emprego, uma família equilibrada, um feliz relacionamento amoroso…

Machado de Assis - Eterno parênteses em aberto...

"Você é aquilo que ninguém vê. Uma coleção de histórias, estórias, memórias, dores, delícias, pecados, bondades, tragédias e sucessos, sentimentos e pensamentos. 

Se definir é se limitar. 

Você é um eterno parênteses em aberto, enquanto sua eternidade durar." 

Machado de Assis

Site:www.soldoeverest.com.br
Site no Somos Todos Um: www.stum.com.br/st13651
Canal Sol do Everest: www.youtube.com/soldoeverest