Pular para o conteúdo principal

Jefferson L. Orlando: O medo da Morte e o medo de Morrer




Eis que me pego pensando que a medicina há tempos avança há largos passos em todas as áreas da saúde e da ciência e sabe-se que ainda existe um infinito de coisas que não sabemos quando estamos falando somente do corpo humano.

Então, por que estamos avançando tanto com a nossa medicina em rumo à conservação do nosso corpo físico, se muita das pessoas se quer sabem o que estão fazendo aqui na Terra?


É no mínimo um bom motivo para pensar!


Uma das respostas que me surge e parece ser muito coerente, seria a seguinte:


A medicina avança neste caminho de conservação de nosso “veículo corpóreo” com o consentimento de uma força maior e divindades, inspirando as criações de novos medicamentos e equipamentos médicos, tudo para termos mais um tempo de permanência aqui neste plano e entender nossa missão e o significado de nossa existência.


Existe um grande objetivo astral, a esperança de nosso despertar para o verdadeiro significado de nossa estadia nesta vida, nesta jornada, nesta encarnação.
Porém a humanidade acaba se perdendo nesta jornada, se “apegando” com unhas e dentes a este corpo, esquecendo completamente que estamos de passagem e não para sempre.
Quem é imortal, “para sempre” é o Espírito e não o Corpo.
O que faz o corpo ter energia para se movimentar, produzir, seguir e mais uma infinidade de ações é o Espírito. Sem o Espírito, não existe um Corpo e o combustível essencial da “vida” para o corpo é a presença divina do Espírito, ele sim, é a energia indispensável para sua jornada e a concretização do que chamamos de vida no linguajar traduzido para este plano pelos seres humanos (que somos nós momentaneamente).
A ciência chegou a um ponto que define: A matéria é energia condensada de diferentes modos e sem a energia condensada não há vida, não há o que tocar.
Remete-nos de imediato o medo de Morrer, que é extinto de qualquer “ser vivo”, qualquer um, desde o menor ser até o maior de todos os seres, mas o medo da Morte não deveria existir, pois essa é a nossa única certeza nesta passagem. O medo da Morte é legado da história dos impérios, de muitas civilizações passadas e das religiões que ainda estão presentes na sociedade em quase todos os cantos do planeta com um único objetivo, o “Poder” absoluto sobre os outros e a manipulação das grandes massas da humanidade.
O poder que muda a história da nossa humanidade ao longo de todo esse tempo é o conhecimento, esse é o verdadeiro poder. Sem conhecimento, não há poder. Com conhecimento, existe o poder de decisão, a escolha de cada indivíduo.
Não é fácil mudar nosso raciocínio, nossos pensamentos, já que fomos criados desde crianças para ter medo da Morte e as explicações sobre os acontecimentos da vida, sempre estavam perdidos em idéias, conceitos ultrapassados ancorados em crenças sem sentidos.
Podemos começar a pensarmos diferente, pare, pense, absorva novas idéias, novos conceitos, se permita desbravar novos horizontes...
Desvende o manto que cobre seus olhos e seus pensamentos, permita-se encontrar novos caminhos, novos saberes, você pode e tem esse direito. Dê uma chance para seu espírito, seu “Eu Elevado” se manifestar nesta “vida” que está vivendo.
Às vezes para mudar situações que há tempos vem carregando como fardo em sua vida, basta dar um primeiro passo, um primeiro “vou tentar” ou melhor “eu quero”, podemos alcançar distâncias nunca antes imaginadas com uma decisão simples de querer.
Somos criadores de nossa realidade, ou seja, somos co-criadores do ambiente que nos permeia.
Pare, Pense e Reflita...

Um [ ] fraterno


Amor

Determinação
Confiança

Jefferson L. Orlando


Canal Sol do Everest
, um Portal de Entretenimento, que reúnem Vídeos, Áudios, Palestras, Cursos, Entrevistas, Programas de TV, Rádio, Filmes, Músicas e tudo com muita Qualidade e feito com muita dedicação para vocês que passam por aqui...

Para acessar seu conteúdo, entre em
 www.youtube.com/soldoeverest

Postagens mais visitadas deste blog

Brian Weiss - Sobre Almas Gêmeas.

Em "SÓ O AMOR É REAL", Brian Weiss revela que cada um de nós possui alguém que nos acompanha pela eternidade. Alguém que já tivemos a felicidade de encontrar ou que está à nossa procura, porque fomos destinados, para sempre, um ao outro.

Não há coincidências no amor. "A alma do homem é como a água; vem do céu, e sobe para o céu, para depois voltar à Terra, em eterno ir e vir". O destino determina o encontro de almas gêmeas. Sem dúvida, estamos fadados a encontrá-las. Mas o que decidimos fazer depois desse encontro depende de opção ou de livre arbítrio. Uma opção errada ou uma oportunidade perdida pode resultar em incrível solidão e sofrimento. Escolhas certas e oportunidades realizadas podem trazer-nos profunda satisfação e felicidade.

Para cada um de nós, existe alguma pessoa especial. Muitas vezes existem duas, três ou mesmo quatro. Todas vêm de gerações diferentes. Atravessam oceanos de tempo e profundidades celestiais para estarem conosco novamente. Vêm do outr…

Jefferson L. Orlando: A mudança acontece de dentro para fora...

A tão esperada virada do jogo começa dentro de nós, para só assim então, colocarmos ela em prática para fora em nossas atitudes e ações.
Não existe mudança verdadeira, quando a atitude parte somente de fora.
Não se engane querendo mostrar atitudes externas que não condizem com as internas, quando o silêncio da noite chegar e no seu íntimo você acessar, no mesmo momento irá saber que tem algo ai dentro que não mudou.
Para mudar é preciso coragem, determinação, foco, objetivo, garra e principalmente a tão esperada mudança nos padrões de pensamentos.
Se acostumar com os pensamentos a que vem tendo desde criança até hoje é fácil, não precisar mudar nada e chega a ser cômodo. Sair da zona de conforto às vezes é crucial, mas quase ninguém quer sair do conforto de não precisar colocar as mãos na massa da transformação.
A zona de conforto, não é necessariamente uma área em que a pessoa esteja vivendo uma vida ótima, com um excelente emprego, uma família equilibrada, um feliz relacionamento amoroso…

Bruno J. Ginemes - Aprenda a abrir o seu fluxo de bênçãos.

Neste momento em que você lê este texto você pode estar passando por umas das seguintes fases : a)Está com problemas, em um período de sofrimento ou conflitos; b)Está com crie de identidade, sem entender bem o seu propósito na vida, sem saber que rumo seguir; c)Está em um período de extrema acomodação, procrastinando as atitudes que podem lhe levar para um novo patamar, além disso é possível que esteja se autoboicotando para não dar novos passos em busca de metas diferentes. Mesmo que a sua vida corra bem, ainda sim, sabe que poderia estar fazendo mais por você e pelo mundo; d)Está em depressão, sem forças para lutar, sem energia para criar ou sem vontade de viver; e)Está com raiva das situações que anda acontecendo contigo, sentindo revolta e percebendo o mundo com o entendimento de que alguma coisa errada está acontecendo com você; f)Sentindo que tudo é injusto, que as oportunidades não vem, que as pessoas não são legais com você, que o amor verdadeiro é uma ilusão dos filmes e que parece…