Pular para o conteúdo principal

Wagner Borges - HÁ ALGO MAIS... UMA AMOR. UMA LUZ. – LXIII. (Resposta a uma amiga triste, que teve que sacrificar o seu cachorro em função de uma doença terminal)



A presença de um animal de estimação perto de nós é uma honra.

Dá trabalho cuidar, pois é como um filho e precisa de atenção e carinho.


Eu considero o Rama** como meu parceiro de evolução e um presente da vida.


Mas, se precisar sacrificá-lo algum dia, por motivo correto e com a orientação de um profissional da área veterinária, eu não hesitaria nisso.


Da mesma forma que precisamos assinar uma autorização para um filho fazer uma operação delicada, também precisamos decidir a jornada do nosso bichinho.


Não é uma prova para ele. Na verdade, é uma prova para nós mesmos.


E eu jamais decidiria isso sozinho. Pediria orientação ao plano espiritual, pois tal decisão nunca é fácil. E também oraria aos mentores dele, pedindo uma inspiração.


O fato é que os animais não morrem. Do mesmo jeito que nós, eles sobrevivem com o corpo espiritual (no caso, estou me referindo aos mamíferos avançados), e têm seres extrafísicos que cuidam deles no Astral.


No caso do Rama, eu sentiria sua falta, é claro. Mas estaria firme, por fazer o melhor por ele (ainda mais sabendo que ele jamais morrerá de fato).


E eu estaria com ele até o último momento, em Espírito e Verdade.


Então, não fique triste por ter tomado essa decisão difícil. Isso faz parte do seu aprendizado também. E jamais tenha autoculpa por ter feito o certo para o seu amiguinho. Ele tinha o tempo dele por aqui (assim como você e eu também).


Lembre-se do Amor incondicional dele e, se puder e quiser, adquira outro bichinho. Mas que isso não seja por carência ou compensação afetiva. Que seja porque é legal ter um amigo assim, no tempo que tiver que ser...


Sabe?... Eu aprendo muito com o Rama (e ele também está aprendendo comigo, naturalmente), e agradeço ao Todo por ter me emprestado um de seus filhinhos por um tempo de vida. E quando for a hora, dele ou minha, que tudo seja como deve ser, sempre em Espírito e Verdade.


E é isso que eu tenho para lhe dizer: a vida continua, para nós e para eles.
Porque há algo mais... Um Amor. Uma Luz.


(Ah, minha amiga, sinta-se honrada de ter compartilhado um tempo de vida com o seu amiguinho de quatro patas, que, agora, está voando com os mentores espirituais dele, lá em cima, na Casa das Estrelas.)

P.S.:
Eu nada sei dos mistérios do infinito.
Só sei o que sinto, em Espírito e Verdade.
E o que sinto é isso: algo mais... Um Amor. Uma Luz.
E os nossos amiguinhos que já partiram também sentem isso...
Talvez até mesmo melhor do que nós, de forma incondicional.
E, mais à frente, vamos encontrá-los nas ondas da evolução...
Sim, eles pularão em nosso colo e nos lamberão novamente.
E brincaremos com eles, como parceiros de jornada, algures...
Porque a vida continua, para nós e para eles***.

Paz e Luz.

- Wagner Borges  – mestre de nada e discípulo de coisa alguma.

São Paulo, 03 de julho de 2013.

- Notas:
* Esse texto fará parte de um novo livro sobre vida após a morte que publicarei daqui a alguns meses (com diversos textos alusivos à temática da imortalidade da consciência).
** Rama é um cãozinho da raça Yorkshire Terrier, de cor escura mesclada com tons claros, atualmente com quatro anos de idade.
*** Enquanto eu digitava essas linhas, rolava aqui no som o novo trabalho solo do multiinstrumentista ingles Steven Wilson (líder da banda inglesa de pop/rock Porcupine Tree), o CD “The Raven That Refused To Sing (and Other Stories)”. E eu gostei muito das músicas “Drive Home”e “The Raven That Refused To Sing” (faixas 2 e 6 do CD).
Para quem quiser ouvir essas duas músicas, basta acessar o site do Youtube, nos seguintes endereços específicos
- Steven Wilson - Drive Home (original)
http://www.youtube.com/watch?v=FR4-zgLIJvI
- Steven Wilson (live en Chile - 2013) - Drive Home
http://www.youtube.com/watch?v=xxDAjtPpWic
- Steven Wilson - The Raven That Refused To Sing (original)
http://www.youtube.com/watch?v=NYidA26spZU
- Steven Wilson - The Raven That Refused To Sing (Live)
http://www.youtube.com/watch?v=SZtZIUgY0IM
Obs.: para enriquecer esses escritos de hoje, deixo na sequência um texto em que falo sobre a energia dos animais.

☼ Wagner Borges – nascido no Rio de Janeiro em setembro de 1961 – é pesquisador espiritualista, projetor extrafísico, conferencista, consultor da Revista UFO e colaborador de várias outras revistas como, Sexto Sentido, Espiritismo e Ciência, Revista Cristã de Espiritismo, Caminho Espiritual, e também do Jornal O Legado.
É escritor - autor de onze livros dentro da temática projetiva e espiritual, dentre eles a série “Viagem Espiritual”, sobre as experiências fora do corpo.
É colunista de vários sites na Internet: SomosTodosUm -www.somostodosum.com.br, Revista Sexto Sentido:www.revistasextosentido.net/wagner-borges/, IPPB:www.ippb.org.br, dentre outros.
É radialista – apresentador do programa “Viagem Espiritual”, na Rádio Mundial de São Paulo – 95.7 FM.

Para ver vídeos e ouvir áudios do Wagner Borges, acesse sua sessão em nosso Exclusivo 
Canal Sol do Everest no Youtube - www.youtube.com/playlist?list=PLFC3C6B292A9EE691

Site: www.soldoeverest.com.br
Somos Todos Um: www.stum.com.br/st13651
Canal Sol do Everest: www.youtube.com/soldoeverest

Postagens mais visitadas deste blog

Brian Weiss - Sobre Almas Gêmeas.

Em "SÓ O AMOR É REAL", Brian Weiss revela que cada um de nós possui alguém que nos acompanha pela eternidade. Alguém que já tivemos a felicidade de encontrar ou que está à nossa procura, porque fomos destinados, para sempre, um ao outro.

Não há coincidências no amor. "A alma do homem é como a água; vem do céu, e sobe para o céu, para depois voltar à Terra, em eterno ir e vir". O destino determina o encontro de almas gêmeas. Sem dúvida, estamos fadados a encontrá-las. Mas o que decidimos fazer depois desse encontro depende de opção ou de livre arbítrio. Uma opção errada ou uma oportunidade perdida pode resultar em incrível solidão e sofrimento. Escolhas certas e oportunidades realizadas podem trazer-nos profunda satisfação e felicidade.

Para cada um de nós, existe alguma pessoa especial. Muitas vezes existem duas, três ou mesmo quatro. Todas vêm de gerações diferentes. Atravessam oceanos de tempo e profundidades celestiais para estarem conosco novamente. Vêm do outr…

Jefferson L. Orlando: A mudança acontece de dentro para fora...

A tão esperada virada do jogo começa dentro de nós, para só assim então, colocarmos ela em prática para fora em nossas atitudes e ações.
Não existe mudança verdadeira, quando a atitude parte somente de fora.
Não se engane querendo mostrar atitudes externas que não condizem com as internas, quando o silêncio da noite chegar e no seu íntimo você acessar, no mesmo momento irá saber que tem algo ai dentro que não mudou.
Para mudar é preciso coragem, determinação, foco, objetivo, garra e principalmente a tão esperada mudança nos padrões de pensamentos.
Se acostumar com os pensamentos a que vem tendo desde criança até hoje é fácil, não precisar mudar nada e chega a ser cômodo. Sair da zona de conforto às vezes é crucial, mas quase ninguém quer sair do conforto de não precisar colocar as mãos na massa da transformação.
A zona de conforto, não é necessariamente uma área em que a pessoa esteja vivendo uma vida ótima, com um excelente emprego, uma família equilibrada, um feliz relacionamento amoroso…

Bruno J. Ginemes - Aprenda a abrir o seu fluxo de bênçãos.

Neste momento em que você lê este texto você pode estar passando por umas das seguintes fases : a)Está com problemas, em um período de sofrimento ou conflitos; b)Está com crie de identidade, sem entender bem o seu propósito na vida, sem saber que rumo seguir; c)Está em um período de extrema acomodação, procrastinando as atitudes que podem lhe levar para um novo patamar, além disso é possível que esteja se autoboicotando para não dar novos passos em busca de metas diferentes. Mesmo que a sua vida corra bem, ainda sim, sabe que poderia estar fazendo mais por você e pelo mundo; d)Está em depressão, sem forças para lutar, sem energia para criar ou sem vontade de viver; e)Está com raiva das situações que anda acontecendo contigo, sentindo revolta e percebendo o mundo com o entendimento de que alguma coisa errada está acontecendo com você; f)Sentindo que tudo é injusto, que as oportunidades não vem, que as pessoas não são legais com você, que o amor verdadeiro é uma ilusão dos filmes e que parece…