Pular para o conteúdo principal

Jefferson L. Orlando - Relato de Projeção Astral – Despertei a noite e estava completamente paralisado


Nestes últimos anos venho de uma série de projeções astrais e uma parte delas foi experiências em catalepsia projetiva*.

Essa situação é muito mais comum do que a maioria das pessoas pensam e por despertar medo, este assunto ainda pode ser considerado tabu.

Basicamente sua consciência (espírito) desperta a noite no meio de um processo energético decorrente da mudança do padrão de vibrações do corpo espiritual em relação ao corpo físico. Você acorda num estado transicional dos corpos, porém ainda está no corpo.

Bom... Certa noite despertei durante o sono e esse despertar no meio desta transição energética entre o corpo espiritual e físico é bem desagradável.

Estava totalmente consciente, porém totalmente paralisado e não bastasse a paralisia, parecia que eu estava dentro de uma turbina de avião a jato...

Meu corpo vibrava inteirinho e a impressão era de dor do topo da cabeça aos pés. Existia um barulho muito forte também, quase insuportável.

Tentava me mexer, gritar, levantar e nada acontecia. Naquela condição tudo que eu fazia não adiantava nada. Alguns instantes após as tentativas para sair desta situação acabei acordando e estava com o coração acelerado!

Pensei: - Nossa que sensação horrível, parecia que tinha sido enterrado vivo...rs   

Alguns dias se passaram e outra vez durante a noite aconteceu a catalepsia projetiva, porém nesta noite foi um pouco diferente. Nesta época já estava estudando sobre a Projeciologia ou Projeção da Consciência** com o professor Wagner Borges***

Antes de dormir, mentalizei alguns mantras e fiquei entoando-os no meu chacra frontal até adormecer...

Já durante o sono, acabei despertando e percebendo uma presença espiritual sentar-se no pé da minha cama...

Fiquei com um certo medo. Nesta época com os estudos projeciológicos tentei olhar para o espírito (algo que alguns anos antes não faria), mas não conseguir ver nada. Estava desistindo, quando no fundo do meu quarto, acabei vendo um homem (espírito) com uma roupa dourada, ele tinha uma energia muito boa e estava de frente com a porta.

A energia dele era muito forte e por um instante fiquei ansioso para ir de encontro com ele, mas ainda com certo receio.

Então acredito que tenha passado alguns minutos e eu desperto em catalepsia projetiva!

Era aquela situação de novo, parecia que estava dentro de uma turbina de avião a jato, dor, barulho e não conseguia me mexer.

Neste momento comecei a lutar com essa situação de novo, pois queria ir de encontro com o homem de roupa dourada, de alguma forma, eu sabia que seria muito importante ir de encontro com ele.

Mas por ficar com isso na mente, esqueci que deveria relaxar, ou seja, não lutar com os efeitos da catalepsia projetiva e em poucos instantes estaria conversando com ele. Então quanto mais eu lutava para sair desta situação, pior fica seus efeitos e ai em alguns instantes acabei acordando.

Quando eu acordei, praticamente de forma imediata pensei: - Nossa fiz tudo errado! Ao invés de relaxar e esperar um pouco mais para me desprender do corpo, acabei lutando e perdi a experiência.

Em meio a madruga, fiquei com raiva por saber o que deveria fazer e mesmo assim, não fiz.

No final daquela noite acabei por dormir novamente e não tive mais a projeção astral.

Foi muito frustrante, porém foi um grande aprendizado na prática. Venho estudando a projeciologia desde 2008, mais intensamente nos últimos quatro anos e posso dizer que estou só no começo.

Vou encerrando mais este relato de projeção astral e outros ainda serão transcritos.

Fique com um grande abraço fraterno...

Amor
Determinação
Confiança


Jefferson L. Orlando


* Catalepsia projetiva:

Esse fenômeno causa medo em muitas pessoas, mas é muito mais comum do que se pensa. A pessoa acorda no meio da noite (ou mesmo numa soneca durante o dia), e descobre que não consegue se mexer. Parece que uma paralisia tomou conta do seu corpo. Ela não consegue mexer um dedo sequer. Tenta gritar para chamar alguém, mas não sai voz nenhuma. A pessoa luta tenazmente para sair desse estado, mas parece que uma força invisível tolheu-lhe os movimentos. Inclusive, pode ter alguém deitado do lado e não perceber nada do que está acontecendo tão perto.
Dominada por aquela paralisia, a pessoa grita mentalmente: "Eu tenho que acordar! Isso deve ser um pesadelo!" - Mas ela já está acordada, só não consegue se mover.

Devido ao pânico que a pessoa sente, seus batimentos cardíacos se aceleram. A adrenalina se espalha pela circulação e estimula o corpo. O resultado disso é que a pessoa recupera os movimentos abruptamente, normalmente com um solavanco físico (espasmo muscular). Em poucos momentos, seu cérebro racionaliza o fato e dá a única resposta possível: “Foi um pesadelo!”

Algumas pessoas mais impressionáveis podem fantasiar algo e jogam a culpa da paralisia em demônios ou seres espirituais. Na verdade, a pessoa acordou no meio de um processo energético decorrente da mudança do padrão de vibrações do corpo espiritual em relação ao corpo físico. Ela acordou num estado transicional dos corpos.

Simplesmente ela despertou para uma situação que ocorre todas as noites quando ela dorme. Antes, ocorria com ela adormecida, e naquela situação ela acordou bem no meio da transição.
Se a pessoa ficar quieta e não tentar se mover, sentirá uma sensação de flutuação por sobre o corpo. Ocorrerá um desprendimento espiritual consciente! E então ela poderá comprovar na prática de que aquilo é realmente uma saída do corpo. Verificará, por ela mesma, que não se trata de doença ou coisa do demônio.

Se ela não quiser tentar a experiência, é só tentar mover o dedo indicador de uma das mãos - ou uma das pálpebras -, assim ela recupera o movimento tranquilamente.

# Texto extraído do Site (Instituto de Pesquisas Projeciológicas e Bioenergéticas): www.ippb.org.br

# Para ler a matéria completa (Tema: Falando de Experiências Fora do Corpo – Entrevista com o Wagner Borges**, publicada na Revista Vialuz.), acesse este link (http://bit.ly/1k4Oa4H)


** Projeção Astral ou da Consciência:

É a capacidade parapsíquica, natural e espontânea que todo ser humano tem de projetar sua consciência para fora do corpo físico quando o metabolismo e as ondas cerebrais se encontram baixas, isto ocorre quando estamos dormindo, em estados de coma, meditação profunda... Essa experiência tem recebido diversas nomenclaturas, dependendo das doutrinas ou correntes de pensamento que a mencionem: Viagem Astral (Esoterismo), Projeção Astral (Teosofia), Experiência Fora do Corpo (Parapsicologia), Desdobramento, Desprendimento Espiritual ou Emancipação da Alma (Espiritismo), Projeção do Corpo Psíquico ou Emocional (Rosacruz), Projeção da Consciência (Projeciologia) etc.

Sair do corpo é algo natural, fazemos todos os dias sem saber, mas a projeção lúcida (sair do corpo e se lembrar da experiência) requer responsabilidade e ética espiritual. É impossível desencarnar devido a uma viagem astral, mas é possível morrer sem nunca ter se projetado com lucidez.

Devemos tirar proveito destas experiências fora do corpo como aprender sobre a vida nos planos mais sutis, doar nosso amor em trabalhos de assistência extrafísica, servir aos Mentores Espirituais como humildes auxiliares, além de podermos encontrar com parentes e pessoas amadas que já desencarnaram.

Viagem astral não é turismo astral! Requer ética espiritual, maturidade e amor ao próximo.


*** Wagner Borges

Nascido no Rio de Janeiro em setembro de 1961 – é pesquisador espiritualista, projetor extrafísico, conferencista, consultor da Revista UFO e colaborador de várias outras revistas como, Sexto Sentido, Espiritismo e Ciência, Revista Cristã de Espiritismo, Caminho Espiritual, e também do Jornal O Legado.
É escritor - autor de onze livros dentro da temática projetiva e espiritual, dentre eles a série “Viagem Espiritual”, sobre as experiências fora do corpo.

É colunista de vários sites na Internet: SomosTodosUm , Revista Sexto Sentido, Revista Caminho Espiritual, Revista Cristã de Espiritismo, site IPPB: www.ippb.org.br, dentre outros. É radialista – apresentador do programa “Viagem Espiritual”, na Rádio Mundial de São Paulo – 95.7 FM.


Para ver vídeos e ouvir áudios do Wagner Borges, acesse sua seção no Exclusivo Canal Sol do Everest, o Canal da Espiritualidade no Youtube - http://bit.ly/19I3wr7

Site: www.soldoeverest.com.br

Site no Portal Somos Todos Um: www.stum.com.br/st13651
Canal Sol do Everest: www.youtube.com/soldoeverest

Postagens mais visitadas deste blog

Brian Weiss - Sobre Almas Gêmeas.

Em "SÓ O AMOR É REAL", Brian Weiss revela que cada um de nós possui alguém que nos acompanha pela eternidade. Alguém que já tivemos a felicidade de encontrar ou que está à nossa procura, porque fomos destinados, para sempre, um ao outro.

Não há coincidências no amor. "A alma do homem é como a água; vem do céu, e sobe para o céu, para depois voltar à Terra, em eterno ir e vir". O destino determina o encontro de almas gêmeas. Sem dúvida, estamos fadados a encontrá-las. Mas o que decidimos fazer depois desse encontro depende de opção ou de livre arbítrio. Uma opção errada ou uma oportunidade perdida pode resultar em incrível solidão e sofrimento. Escolhas certas e oportunidades realizadas podem trazer-nos profunda satisfação e felicidade.

Para cada um de nós, existe alguma pessoa especial. Muitas vezes existem duas, três ou mesmo quatro. Todas vêm de gerações diferentes. Atravessam oceanos de tempo e profundidades celestiais para estarem conosco novamente. Vêm do outr…

Jefferson L. Orlando: A mudança acontece de dentro para fora...

A tão esperada virada do jogo começa dentro de nós, para só assim então, colocarmos ela em prática para fora em nossas atitudes e ações.
Não existe mudança verdadeira, quando a atitude parte somente de fora.
Não se engane querendo mostrar atitudes externas que não condizem com as internas, quando o silêncio da noite chegar e no seu íntimo você acessar, no mesmo momento irá saber que tem algo ai dentro que não mudou.
Para mudar é preciso coragem, determinação, foco, objetivo, garra e principalmente a tão esperada mudança nos padrões de pensamentos.
Se acostumar com os pensamentos a que vem tendo desde criança até hoje é fácil, não precisar mudar nada e chega a ser cômodo. Sair da zona de conforto às vezes é crucial, mas quase ninguém quer sair do conforto de não precisar colocar as mãos na massa da transformação.
A zona de conforto, não é necessariamente uma área em que a pessoa esteja vivendo uma vida ótima, com um excelente emprego, uma família equilibrada, um feliz relacionamento amoroso…

Bruno J. Ginemes - Aprenda a abrir o seu fluxo de bênçãos.

Neste momento em que você lê este texto você pode estar passando por umas das seguintes fases : a)Está com problemas, em um período de sofrimento ou conflitos; b)Está com crie de identidade, sem entender bem o seu propósito na vida, sem saber que rumo seguir; c)Está em um período de extrema acomodação, procrastinando as atitudes que podem lhe levar para um novo patamar, além disso é possível que esteja se autoboicotando para não dar novos passos em busca de metas diferentes. Mesmo que a sua vida corra bem, ainda sim, sabe que poderia estar fazendo mais por você e pelo mundo; d)Está em depressão, sem forças para lutar, sem energia para criar ou sem vontade de viver; e)Está com raiva das situações que anda acontecendo contigo, sentindo revolta e percebendo o mundo com o entendimento de que alguma coisa errada está acontecendo com você; f)Sentindo que tudo é injusto, que as oportunidades não vem, que as pessoas não são legais com você, que o amor verdadeiro é uma ilusão dos filmes e que parece…