Pular para o conteúdo principal

Wagner Borges - Palavras com o fogo da alma (Para Iluminar a Consciência - Recebido espiritualmente)



            Se for preciso, ande só
            Mas nunca mal acompanhado
            Porque, sintonia, cada um atrai a sua
            De acordo com o que se é

            Ninguém é dono de ninguém
            Nem dono da felicidade alheia
            Cada um é o que é em sua semeadura
            E dono de sua própria colheita

            Amor não é brincadeira
            E birras e manhas não valem nada
            São só maneirismos emocionais
            Que revelam a infantilidade de cada um

            Vidas passadas são um atoleiro
            Vale mais não errar agora
            E fazer nova jornada da vida
            Dessa vez, com maestria e sabedoria

            Amor não têm mistério, é coisa boa
            Dá no coração, sem aviso, e ilumina a vida
            O que é misterioso é o ego de cada um
            Que dá na mente – e envenena tudo

            Viver só por viver é um grande desperdício
            E amar só pela forma, também
            Porque Amor é coisa de alma
            E quem só vê nádegas e peito, não vê coração.
           
            Ninguém sabe tudo, só Deus
            Portanto, que cada um melhore sua sintonia
            E faça uma semeadura luminosa nos atos
            Para que a colheita futura seja de Luz

            Essas palavras são para vocês mesmos
            Para que abdiquem da infantilidade
            E valorizem mais o que é verdadeiro
            Para encher a cara de Luz

                                                * * *
             Escutem a música com a alma, não com os ouvidos
            Amem de coração, não só com o corpo
            Façam a Magia do Bem acontecer através de vocês
            E saibam reconhecer o que é da Luz

            Não permitam o mal em suas mentes
            Reajam contra as coisas ruins
            Não fiquem ao sabor da inércia espiritual
            Trabalhem e estudem com alegria e presença

            Os mentores espirituais (1) não são garçons de preces
            Portanto, que cada um se ligue diretamente com Deus
            E deixe o coração falar nas ondas do silêncio
            Naquela sintonia espiritual que só o Pai de todos compreende

            O bonde do umbral (2) passa a toda hora
            E está sempre cheio de espiritualistas arrogantes
            Que se acham o máximo (e também imunes às obsessões extrafísicas)
            E que são apenas infelizes travestidos de pseudo-sabedoria

            Não brinquem com as coisas do espírito
            Levem a sério os seus estudos e práticas
            Caminhem com modéstia e simplicidade
            E jamais se achem grandes na Espiritualidade

                                                * * *
            Grande é Deus
            Lindo é o Amor
            E quem é sábio sabe
            Que, sem a Luz, o homem não é nada

            Irmãos e amigos de caminho espiritual
            Homens e mulheres valorosos – filhos de Deus
            Recebam essas palavras como um alento sutil
            E fiquem firmes na Espiritualidade

            Quem é da Luz, reconhece a Luz
            Quem é do Bem, faz o Bem
            Quem escuta o coração, sabe
            Que só o Amor ilumina a caminhada

            Que essas palavras não sejam vãs
            Nem suas melhores aspirações
            Porque, a cada um segundo a sua sintonia
            E “nem só de pão vive o homem”

            Que Deus os tenha
            (E vocês a Ele).

            Fiquem na Paz.
           
            - Falange Espiritual de Nanã Buruquê -
(Recebido espiritualmente por Wagner Borges* – São Paulo, 18 de setembro de 2013.)

- Nota de Wagner Borges (escrita em 03 de janeiro de 2014): A Falange Espiritual de Nanã Buruquê (3) é um grupo extrafísico ligado às vibrações da Umbanda. Trata-se de uma equipe de mentores espirituais que trabalha no Astral do Brasil e que são craques em manipulação de energias ligadas à natureza. Também trabalham invisivelmente desmanchando fluidos pesados gerados pelas magias trevosas e desobsidiando a muita gente por aí...

Eles se comunicaram comigo por entre os planos, através do meu chacra coronário (4). Sentado, na sala de casa, um pouco antes de ir para uma reunião com os 120 parrticipantes do Grupo de Estudos e Assistência Espiritual do IPPB, eu os via pela clarividência (5), não pelo chacra frontal, mas, sim, pelo topo de minha cabeça. Literalmente, eu sentia como se a parte superior de minha cabeça tivesse se diluído e, no lugar, por cima, eu via um ambiente extrafísico em meio ao espaço sideral.

Era com o se fosse um portal luminoso aberto no espaço, e bem na sua borda, eu via aquele grupo extrafísico de entidades. Eram todos negros e vestidos de branco e passavam uma atmosfera espiritual maravilhosa. À frente, uma mulher mulata, com uma cobertura sobre a cabeça, dançando e fazendo gestos graciosos; ao lado dela, um preto-velho, alto e magro, de uns sessenta anos, barbudo, e com expressão bondosa; e, logo atrás deles, vários negros (e eu também via um ambiente lindo de natureza atrás deles, por dentro do portal).

E foi o preto-velho que me disse, pelas vias telepáticas, que eles eram da Falange de Nanã Buruquê e que gostariam de passar uma mensagem para o pessoal do Grupo de Estudos, como um alerta consciencial para todos.

Então, eles me passaram as palavras contidas nesse texto, que, embora direcionadas especificamente para o grupo em questão, também poderão ser úteis para a reflexão de outros grupos espiritualistas. Como é um alerta consciencial bem sério, quem sabe o mesmo possa levar algo bom para outras pessoas?
Por isso, estou postando o texto em aberto para todos.

Outra coisa interessante: o preto-velho me convidou para fazer uma visita espiritual à colônia extrafísica deles. E foi bem taxativo nisso: eles não desceriam, e só me passariam algo mais se eventualmente eu fosse até eles, fora do meu corpo (6).

E, aí, eles me saudaram e se recolheram para dentro do portal, que se fechou em seguida. E eu fiquei sentado mais um pouco, completamente energizado, da cabeça aos pés, num estado vibracional muito agradável.

Na sequência, saí correndo para a reunião, pois já estava em cima da hora. E, na mesma, projetei o texto no telão e a turma toda leu o texto, juntos, e ligados à mesma atmosfera espiritual.
E, hoje, finalmente, eu passei a limpo esses escritos e estou disponibilizando-os em aberto para todos, além de acrescentar essa nota de esclarecimento de como o lance todo rolou (7).

Aproveito, também, para agradecer publicamente o carinho e a proteção que sempre tive dos benfeitores extrafísicos da Umbanda (perdi a conta de quantas vezes fui protegido espiritualmente por esses abnegados guias de luz ao longo de minha vida).

Finalizando essa nota, deixo aqui um alerta consciencial e universalista, meu mesmo: as pessoas adoram rotular os outros de acordo com suas próprias convicções espirituais. Se alguém escreve algo sobre experiências fora do corpo, é logo rotulado como projetor extrafísico ou projeciólogo.
Se recebe um texto espiritual, é rotulado como espírita.
Se fala de Jesus, é chamado de cristão.
Se fala de Buda, é budista.
Se faz um poema sobre Krishna, é hinduísta.
Se escreve sobre Hermetismo, é tachado de esotérico.
Se diz que viu um preto velho, deve ser de Umbanda.
Se fala de preceitos iogues, é considerado discípulo de algum caminho espiritual oriental.
Se admira Lao-Tzé, é rotulado como taoísta.
E, daí por diante, outros rótulos, rótulos, rótulos... Que, na verdade, não definem coisa alguma. Só servem para limitar a expressão do outro e condicioná-lo a um sistema doutrinário qualquer.
Que dia radiante será aquele em que chamarmos o outro apenas de irmão, sem considerar raça, sexo, religião ou cultura.

Paz e Luz.

- Notas do Texto:

1. Mentores espirituais – entidades extrafísicas e positivas que ajudam na evolução de todos os seres; amparadores extrafísicos; companheiros espirituais; protetores astrais; auxiliares invisíveis; guardiões astrais; guias espirituais; benfeitores espirituais.

2. Umbral – plano extrafísico denso; plano espiritual inferior.

3. Para mais informações sobre a Orixá Nanã Buruquê, favor acessar o seguinte link: http://tupaioxossiemamaeoxum.com/page_16.html

E para escutar um lindo ponto de Umbanda em homenagem a Ela, favor acessar o seguinte link: http://www.youtube.com/watch?v=DBbDc_9thKA 

4. Chacra Coronário - é o centro de força situado no topo da cabeça, por onde entram as energias celestes. É o chacra responsável pela expansão da consciência e pela captação das ideias elevadas. É também chamado de chacra da coroa. Em sânscrito o seu nome é “sahashara”, o lótus das mil pétalas. Está ligado à glândula pineal (que é a glândula mais alta do sistema endócrino, situada bem no centro da cabeça, logo abaixo dos dois hemisférios cerebrais. Essa glândula está ligada ao chacra coronário, que, por sua vez, se abre no topo da cabeça, mas tem a sua raiz energética situada dentro dela. Devido a essa ligação sutil, a pineal - também chamada de “epífise” - é o ponto de ligação das energias superiores no corpo denso e, por extensão, tem muita importância nos fenômenos anímico-mediúnicos, incluindo nisso as projeções da consciência para fora do corpo físico).     

Obs.: Chacras - do sânscrito - são os centros de força situados no corpo energético e têm como função principal a absorção de energia - prana, chi -, do meio ambiente para o interior do campo energético e do corpo físico. Além disso, servem de ponte energética entre o corpo espiritual e o corpo físico.

Os principais chacras são sete – que estão conectados com as sete glândulas que compõem o sistema endócrino: coronário, frontal, laríngeo, cardíaco, umbilical, sexual e básico.

5. Clarividência – do latim, clarus - claro; videre, ver – é a faculdade perceptiva que permite ao indivíduo adquirir informações acerca de objetos, eventos psíquicos, cenas e coisas, físicas ou extrafísicas, através da percepção parapsíquica de imagens ou quadros mentais.

6.Projeção da consciência – é a capacidade parapsíquica - inerente a todas as criaturas -, que consiste na projeção da consciência para fora de seu corpo físico.
Sinonímias: Viagem astral – Ocultismo.
Projeção astral – Teosofia.
Projeção do corpo psíquico - Ordem Rosacruz.
Experiência fora do corpo – Parapsicologia.
Viagem da alma – Eckancar.
Viagem espiritual – Espiritualismo.
Viagem fora do corpo – Diversos projetores extrafísicos e autores.
Emancipação da alma (ou desprendimento espiritual) – Espiritismo.
Arrebatamento espiritual - autores cristãos.

7. Enquanto eu digitava essas linhas, rolava aqui no som o CD “Sky is Open”, da vocalista e professora de Yoga americana Donna de Lory - lançado em 1993 nos E.U.A. -, e que contém uma das músicas dela que mais gosto: “One Day” (faixa 1 do CD).
 Para quem quiser ouvir essa linda canção, deixo dois links do site do Youtube na sequência (a faixa de estúdio, original do disco, de 1993, e uma versão ao vivo, extendida, de 2007):
Donna de Lory

- “One Day” (Studio) –

- “One Day” (Live) –

Obs.: deixo logo abaixo um texto que contém uma entrevista que fiz no ano de 2009, fora do corpo, com o Pai Joaquim de Aruanda, sábio mentor extrafísico ligado às vibrações da Umbanda. Penso que sua leitura poderá acrescentar muito a esses escritos de agora. Então, vamos lá! (Texto: Uma Entrevista com o Pai Joaquim de Aruanda - Um Preto-Velho Maravilhoso http://bit.ly/1dckfDw)


☼ Wagner Borges – nascido no Rio de Janeiro em setembro de 1961 – é pesquisador espiritualista, projetor extrafísico, conferencista, consultor da Revista UFO e colaborador de várias outras revistas como, Sexto Sentido, Espiritismo e Ciência, Revista Cristã de Espiritismo, Caminho Espiritual, e também do Jornal O Legado.
É escritor - autor de onze livros dentro da temática projetiva e espiritual, dentre eles a série “Viagem Espiritual”, sobre as experiências fora do corpo.
É colunista de vários sites na Internet: SomosTodosUm , Revista Sexto Sentido, Revista Caminho Espiritual, Revista Cristã de Espiritismo, site IPPB: www.ippb.org.br, dentre outros.
É radialista – apresentador do programa “Viagem Espiritual”, na Rádio Mundial de São Paulo – 95.7 FM.

Para ver vídeos e ouvir áudios do Wagner Borges, acesse sua sessão em nosso Exclusivo Canal Sol do Everest no Youtube - www.youtube.com/playlist?list=PLFC3C6B292A9EE691
Site no Portal Somos Todos Um: www.stum.com.br/st13651
Canal Sol do Everest: www.youtube.com/soldoeverest   

Postagens mais visitadas deste blog

Brian Weiss - Sobre Almas Gêmeas.

Em "SÓ O AMOR É REAL", Brian Weiss revela que cada um de nós possui alguém que nos acompanha pela eternidade. Alguém que já tivemos a felicidade de encontrar ou que está à nossa procura, porque fomos destinados, para sempre, um ao outro.

Não há coincidências no amor. "A alma do homem é como a água; vem do céu, e sobe para o céu, para depois voltar à Terra, em eterno ir e vir". O destino determina o encontro de almas gêmeas. Sem dúvida, estamos fadados a encontrá-las. Mas o que decidimos fazer depois desse encontro depende de opção ou de livre arbítrio. Uma opção errada ou uma oportunidade perdida pode resultar em incrível solidão e sofrimento. Escolhas certas e oportunidades realizadas podem trazer-nos profunda satisfação e felicidade.

Para cada um de nós, existe alguma pessoa especial. Muitas vezes existem duas, três ou mesmo quatro. Todas vêm de gerações diferentes. Atravessam oceanos de tempo e profundidades celestiais para estarem conosco novamente. Vêm do outr…

Machado de Assis - Eterno parênteses em aberto...

"Você é aquilo que ninguém vê. Uma coleção de histórias, estórias, memórias, dores, delícias, pecados, bondades, tragédias e sucessos, sentimentos e pensamentos. 

Se definir é se limitar. 

Você é um eterno parênteses em aberto, enquanto sua eternidade durar." 

Machado de Assis

Site:www.soldoeverest.com.br
Site no Somos Todos Um: www.stum.com.br/st13651
Canal Sol do Everest: www.youtube.com/soldoeverest

Jefferson L. Orlando: A mudança acontece de dentro para fora...

A tão esperada virada do jogo começa dentro de nós, para só assim então, colocarmos ela em prática para fora em nossas atitudes e ações.
Não existe mudança verdadeira, quando a atitude parte somente de fora.
Não se engane querendo mostrar atitudes externas que não condizem com as internas, quando o silêncio da noite chegar e no seu íntimo você acessar, no mesmo momento irá saber que tem algo ai dentro que não mudou.
Para mudar é preciso coragem, determinação, foco, objetivo, garra e principalmente a tão esperada mudança nos padrões de pensamentos.
Se acostumar com os pensamentos a que vem tendo desde criança até hoje é fácil, não precisar mudar nada e chega a ser cômodo. Sair da zona de conforto às vezes é crucial, mas quase ninguém quer sair do conforto de não precisar colocar as mãos na massa da transformação.
A zona de conforto, não é necessariamente uma área em que a pessoa esteja vivendo uma vida ótima, com um excelente emprego, uma família equilibrada, um feliz relacionamento amoroso…