Pular para o conteúdo principal

Wagner Borges: Há algo mais... Uma luz. Um amor - xv*


Às vezes, eu fecho os olhos e vejo uma luz.
E o meu lar é dentro dela.
E isso é em meu próprio coração.

Eu nunca estive em Roma, Paris, Londres ou New York.
Mas já viajei por outros planos...
E me conheci, em espírito**.

Ah, eu já vi muitas coisas, aqui e além...
E, entre a Terra e o Céu, vivi outro tanto.
E me peguei rindo para valer!

Na verdade, vi a impressão digital de Deus nas estrelas.
E o melhor: também vi isso no coração de cada Ser.
E fiquei admirado demais!

Porque o universo é a pele viva do Grande Espírito.
E isso não tem mistério. É simples.
Mas só o coração é quem compreende...

Às vezes, eu olho e não vejo o mundo.
Porque continuo vendo a mesma Luz...
E, junto com Ela, sinto algo mais... Um Amor.

Ah, eu nunca fui ao Oriente.
Mas, os meus chacras*** estão brilhando tanto.
Porque o Amor me fez viajar além...

Eu também voei por cima de muitos cemitérios...
Mas nada vi além da saudade impregnada nas tumbas.
Porque os espíritos estavam em outros planos...

E eles sempre me pediram para eu escrever sobre a vida.
E eu sempre escrevi... E me admirei mais ainda.
Porque a saudade era nada diante do Amor.

Eu não fui ao Egito e nem pisei na poeira do deserto.
Porque eu viajei além... E preferi o pó das estrelas.
E os hierofantes**** estavam nos templos celestes.

Ah, eu conheci sábios que nem sabiam que eram sábios.
Era gente que perdoava e transformava a dor em Luz.
E eles eram simples e oravam em silêncio.

E, sem que soubessem, eu aprendi muito com eles.
E agradeci ao Grande Arquiteto Do Universo, por tê-los conhecido.
Porque, na integridade de suas atitudes, eu vi o Fogo do Espírito.

Eu não subi as escadarias de templo algum.
Porque eu fiz isso no templo de mim mesmo.
E, em meu coração, as escadas eram de pura luz.

E eu não fiz oferendas e nem regateei com o meu ego.
Pelo contrário, prometi vencer a mim mesmo.
E aprendi a rir do meu próprio ridículo.

Eu nunca fui a Cantão ou a Pequim.
Mas já voei muito com espíritos chineses.
E eles me disseram que o riso faz o Chi***** circular melhor.

E também não sei tocar instrumento musical algum.
Mas já escutei música em outros planos...
E sei que o Todo é o Grande Concertista Cósmico.

Sim, às vezes eu vejo além... E continuo me admirando.
Porque, se saudade não tem idade, o Amor também não.
Então, fico igual criança diante do Infinito...

Às vezes, eu vejo uma Luz... E escrevo o que sinto.
Outras vezes, escrevo o que os espíritos me pedem.
E, em ambos os casos, eu agradeço ao Todo******, por tudo.

P.S.:
Mais do que as palavras, o Amor.
Mais do que as ilusões, a Luz.
Mais do que as tumbas, os Espíritos.
Mais do que o meu ego, a Consciência Cósmica.
Mais do que tudo, o Grande Espírito.

Paz e Luz.

- Wagner Borges - criancinha do Todo olhando o infinito - e admirando-se cada vez mais...

- Notas:
* Esse texto fará parte de um novo livro sobre vida após a morte que publicarei daqui a alguns meses (com diversos textos alusivos à temática da imortalidade da consciência).
** Projeção da consciência - é a capacidade parapsíquica - inerente a todas as criaturas -, que consiste na projeção da consciência para fora de seu corpo físico.
Sinonímias: Viagem astral - Ocultismo.
Projeção astral - Teosofia.
Projeção do corpo psíquico - Ordem Rosacruz.
Experiência fora do corpo - Parapsicologia.
Viagem da alma - Eckancar.
Viagem espiritual - Espiritualismo.
Viagem fora do corpo -Diversos projetores extrafísicos e autores.
Emancipação da alma (ou desprendimento espiritual) - Espiritismo.
Arrebatamento espiritual - autores cristãos.
***Chacras - do sânscrito - são os centros de força situados no corpo energético e que têm como função principal a absorção de energia - prana, chi -, do meio ambiente para o interior do campo energético e do corpo físico. Além disso, servem de ponte energética entre o corpo espiritual e o corpo físico.
Os principais chacras são sete - que estão conectados com as sete glândulas que compõem o sistema endócrino: coronário, frontal, laríngeo, cardíaco, umbilical, sexual e básico.
**** Hierofantes - dentro das tradições herméticas de outrora, eram os mestres que testavam os neófitos - calouros - nos processos iniciáticos.
***** Chi - do chinês - força vital, energia.
Dentro dos ensinamentos taoístas, a força vital é polarizada na natureza das coisas em dois aspectos fenomênicos: o Yin e o Yang, as alternâncias do Chi, as polaridades da energia.
****** O Todo - expressão hermética para designar o Poder Absoluto que está em tudo. O Supremo, O Grande Arquiteto Do Universo, Deus, O Amor Maior Que Gera a Vida. Na verdade, O Supremo não é homem ou mulher, mas pura consciência além de toda forma. Por isso, tanto faz chamá-lo de Pai Celestial ou de Mãe Divina. Ele é Pai-Mãe de todos.

Para ver vídeos e ouvir áudios do Wagner Borges, acesse o Canal Sol do Everest no link:www.youtube.com/soldoeverest 

Para acessar o site do I.P.P.B (Instituto de Pesquisas Projeciológicas e Bioenergéticas): www.ippb.org.br


Postagens mais visitadas deste blog

Brian Weiss - Sobre Almas Gêmeas.

Em "SÓ O AMOR É REAL", Brian Weiss revela que cada um de nós possui alguém que nos acompanha pela eternidade. Alguém que já tivemos a felicidade de encontrar ou que está à nossa procura, porque fomos destinados, para sempre, um ao outro.

Não há coincidências no amor. "A alma do homem é como a água; vem do céu, e sobe para o céu, para depois voltar à Terra, em eterno ir e vir". O destino determina o encontro de almas gêmeas. Sem dúvida, estamos fadados a encontrá-las. Mas o que decidimos fazer depois desse encontro depende de opção ou de livre arbítrio. Uma opção errada ou uma oportunidade perdida pode resultar em incrível solidão e sofrimento. Escolhas certas e oportunidades realizadas podem trazer-nos profunda satisfação e felicidade.

Para cada um de nós, existe alguma pessoa especial. Muitas vezes existem duas, três ou mesmo quatro. Todas vêm de gerações diferentes. Atravessam oceanos de tempo e profundidades celestiais para estarem conosco novamente. Vêm do outr…

Jefferson L. Orlando: A mudança acontece de dentro para fora...

A tão esperada virada do jogo começa dentro de nós, para só assim então, colocarmos ela em prática para fora em nossas atitudes e ações.
Não existe mudança verdadeira, quando a atitude parte somente de fora.
Não se engane querendo mostrar atitudes externas que não condizem com as internas, quando o silêncio da noite chegar e no seu íntimo você acessar, no mesmo momento irá saber que tem algo ai dentro que não mudou.
Para mudar é preciso coragem, determinação, foco, objetivo, garra e principalmente a tão esperada mudança nos padrões de pensamentos.
Se acostumar com os pensamentos a que vem tendo desde criança até hoje é fácil, não precisar mudar nada e chega a ser cômodo. Sair da zona de conforto às vezes é crucial, mas quase ninguém quer sair do conforto de não precisar colocar as mãos na massa da transformação.
A zona de conforto, não é necessariamente uma área em que a pessoa esteja vivendo uma vida ótima, com um excelente emprego, uma família equilibrada, um feliz relacionamento amoroso…

Machado de Assis - Eterno parênteses em aberto...

"Você é aquilo que ninguém vê. Uma coleção de histórias, estórias, memórias, dores, delícias, pecados, bondades, tragédias e sucessos, sentimentos e pensamentos. 

Se definir é se limitar. 

Você é um eterno parênteses em aberto, enquanto sua eternidade durar." 

Machado de Assis

Site:www.soldoeverest.com.br
Site no Somos Todos Um: www.stum.com.br/st13651
Canal Sol do Everest: www.youtube.com/soldoeverest