Pular para o conteúdo principal

Wagner Borges - Uma visita especial numa “noite com sol”.


(Falando de Imortalidade da Consciência e de um Grande Amor)
            
            Olá, minha querida amiga.
            Faz tempo que não nos víamos, hein?
            Contudo, eu senti a sua presença espiritual ainda agora.
            E sabe como?... Eu senti o seu Amor chegando em mim.
            Ah, o  meu coração reconheceu a sua assinatura energética!
            Porque você sempre foi assim: generosa e dando força para todos.
            Querida, você deixou muitas saudades, pois ajudou a tanta gente.
            E quem conhecia bem o seu trabalho, foi quem enviou-a à Terra...
            Só Ele sabia que você era avatar* de um Grande Amor.
            Sabe?... Embora você não tenha me contado, eu sei de algumas coisas suas.
            Você era modesta demais para me dizer, mas eu sabia do seu valor.
            E sei que, quando você tocava a alguns doentes, eram as Mãos d’Ele nas suas.
            E sei, também, que você conversava com as flores e os passarinhos.
            Aliás, quando você partiu para fora do corpo, foi igual pássaro de luz.
            Ah, você bateu asas e se mandou para a Casa das Estrelas, para o Colo d’Ele.
            E eu sei que, nesse reencontro acima do mundo, você e Ele riram muito...
            E o papo deve ter sido longo... Porque você tinhas muitas histórias para contar.
            Sabe?... Quando você se mandou da carne, muitos não entenderam o que rolou.
            Alguns disseram: “se ela era tão boa, porque sofreu as dores de um câncer?”
            E eu também não expliquei nada para eles, pois eu sabia que você não queria.
            E eu sei que você sentiu muita dor nos estágios finais da doença física.
            E você aguentava quieta, sem querer incomodar a ninguém.
            Mas eu sabia de tudo. E orava em silêncio por você, pois eu conhecia sua prova.
            Sabia que você mesma tinha escolhido depurar coisas antigas no fim da vida.
            Contudo, eu nada podia dizer aos outros. Era coisa sua, sua prova e sua jornada.
            E, ao final de tudo, você voou para fora do corpo alquebrado e cansado da luta.
            E, embora eu não estivesse presente no seu momento final, eu soube de tudo.
            Isso porque os mentores extrafísicos** me contaram que sua partida foi linda.
            Me disseram que você saiu do corpo igual pássaro de luz, e logo perguntou:
            “Cadê Ele? Eu estou com uma saudade enorme. Em que estrela Ele está?”
            E eles riram junto com você, e disseram-lhe: “entra no túnel de luz e segue...”
            E você se foi... De encontro ao seu tesouro, lá em cima, na Casa das Estrelas.
            E eles me disseram que você foi cantando e rindo, feliz da vida.
            Ah, querida, eu sei que nessa hora você se lembrou de um dos ensinamentos d’Ele.
            Aquele, que dizia assim: “Onde estiver o seu tesouro, aí estará o seu coração”.
            E Ele sempre foi o seu tesouro, aquilo que o seu coração aspirou e sonhou.
            Aqui embaixo, nas lides da Terra, muita gente chorou a sua perda.
            Mas, eu não! Porque eu sabia que você estava no colo cálido dele, lá em cima...
            Por isso, quando me lembrava de você, eu sempre olhava para o zimbório celeste.
            E ficava imaginando você e Ele batendo papo por entre as estrelas e rindo juntos.
            Ah, eu sabia da verdade: você continuava bem viva, e estava em casa.
            Sim, querida, eu sabia onde você estava. E que, na hora certa, você apareceria...
            E, hoje à noite, quando eu cheguei em casa, lembrei-me de você e de suas risadas.
            E, depois, me deu uma vontade forte de meditar nas ondas espirituais d’Ele.
            E, aí, eu senti você aqui. Ou, melhor dizendo, senti o seu Amor chegando em mim.
            Será que eu me lembrei d’Ele por causa de sua presença espiritual aqui em casa?
            Ou será que eu me lembrei de você por causa da influência d’Ele em mim?
            Sei lá, querida. Só sei desse Amor que sinto e não sei explicar...
            Só sei de você aqui comigo, nessa noite de sábado, lembrando d’Ele.
            Sim, Ele, o seu tesouro. Por quem você tanto amou e trabalhou na Terra.
            Ele, em quem eu também penso, em Espírito e Verdade, enquanto aspiro à Luz...
            Ele, que enviou você até aqui, em meu lar, para me visitar nas ondas do Amor.
            Ele, Jesus, o doce Rabi e Amigo querido dos homens de boa vontade.
            Ele... O seu tesouro. O meu tesouro. E tesouro de todos os que amam a Luz.
            Ah, querida, obrigado por você ter vindo aqui, nessa noite de sábado, “com sol”.
            O Sol de Amor d’Ele em nós... “A riqueza que a traça não roi”.  O tesouro de Luz.
            Obrigado pelo toque de suas mãos, pois eu sei que são as Mãos d’Ele nas suas.
            E, quando chegar a minha hora, eu quero fazer igual a você: ser pássaro de luz.
            E voar lá para cima, além do zimbório celeste, nas asas de um Grande Amor.
            Até lá, se lhe for possível, peça a Ele que me dê forças para eu aguentar o tranco.
            Sim, para eu aguentar um Grande Amor passando por meu pequeno coração.
            Minha amiga, que bom que você veio... E que saudades d’Ele!
            Ele, Jesus, o tesouro espiritual de quem “aspira e respira” a Luz.

            P.S.:
            E, agora, cá entre nós, me diga, querida:
            “Você finalmente me autoriza a falar de você?”
            Nem vou declinar o seu nome, só vou dizer que você me visitou.
            E quem a conheceu no mundo, certamente deduzirá quem você é.
            E mesmo quem não a conheceu, agora conhecerá!
            Porque é um prazer falar de você, que tanto amou e ajudou a muitos.
            E porque você está aqui, bem viva e cheia de Amor, como sempre.
            E é uma honra saber que você veio me visitar nessa noite de sábado.
            Noite com sol. Noite com você. Noite com o Rabi.
            Ah, noite linda, onde eu escrevo essas linhas, em Espírito e Verdade.
            E, quem sabe, talvez um Grande Amor viaje junto com esses escritos?...
            Sim, para inspirar a outros corações, por esse mundão de Deus, como deve ser.
           
(E você, querida, por favor, fique me esperando. Porque, daqui a pouco, eu irei aí...
            Vou deixar a carcaça física na cama e vou voar espiritualmente*** até você.
            Me espere aí... Vamos botar o papo em dia. Tô chegando!)

            Gratidão.
            Alegria.
            Paz e Luz.

            (A pedido de minha amiga, que insiste em manter o seu anonimato, dedico essas linhas a todos os que sofrem pela perda de um ente querido, seja ele um ser humano, ou o seu animal de estimação. Aqui e agora, nas luzes de um Grande Amor, nessa “noite com sol”, que esses escritos levem às bênçãos de Jesus até seus corações... Ah, Rabi, que assim seja!)

            - Wagner Borges – carioca radicado em São Paulo, pai de duas filhas, 52 anos de “encadernação”, espiritualista que não segue nenhuma das doutrinas criadas pelos homens da Terra, sejam elas ocidentais ou orientais; mestre de nada e discípulo de coisa alguma, curtindo mais “uma noite com sol”.
            São Paulo, 06 de abril de 2014.
           
            - Notas:
            * Avatar – do sânscrito - emissário celeste; canal da divindade.
            ** Mentores extrafísicos – entidades extrafísicas e positivas que ajudam a todos; amparadores extrafísicos; protetores astrais; auxiliares invisíveis; guardiões astrais; guias espirituais; benfeitores espirituais.
            *** Projeção da consciência – é a capacidade parapsíquica - inerente a todas as criaturas -, que consiste na projeção da consciência para fora de seu corpo físico.
Sinonímias: Viagem astral – Ocultismo.
Projeção astral – Teosofia.
Projeção do corpo psíquico - Ordem Rosacruz.
Experiência fora do corpo – Parapsicologia.
Viagem da alma – Eckancar.
Viagem espiritual – Espiritualismo.
Viagem fora do corpo – Diversos projetores extrafísicos e autores.
Emancipação da alma (ou desprendimento espiritual) – Espiritismo.
Arrebatamento espiritual - autores cristãos. 

☼ Wagner Borges – nascido no Rio de Janeiro em setembro de 1961 – é pesquisador espiritualista, projetor extrafísico, conferencista, consultor da Revista UFO e colaborador de várias outras revistas como, Sexto Sentido, Espiritismo e Ciência, Revista Cristã de Espiritismo, Caminho Espiritual, e também do Jornal O Legado.
É escritor - autor de onze livros dentro da temática projetiva e espiritual, dentre eles a série “Viagem Espiritual”, sobre as experiências fora do corpo.
É colunista de vários sites na Internet: SomosTodosUm , Revista Sexto Sentido, Revista Caminho Espiritual, Revista Cristã de Espiritismo, site IPPB: www.ippb.org.br, dentre outros.
É radialista – apresentador do programa “Viagem Espiritual”, na Rádio Mundial de São Paulo – 95.7 FM.

Para ver vídeos e ouvir áudios do Wagner Borges, acesse sua sessão em nosso Exclusivo Canal Sol do Everest no Youtube - www.youtube.com/playlist?list=PLFC3C6B292A9EE69

Site: www.soldoeverest.com.br
Site no Portal Somos Todos Um: www.stum.com.br/st13651
Canal Sol do Everest: www.youtube.com/soldoeverest  

Postagens mais visitadas deste blog

Brian Weiss - Sobre Almas Gêmeas.

Em "SÓ O AMOR É REAL", Brian Weiss revela que cada um de nós possui alguém que nos acompanha pela eternidade. Alguém que já tivemos a felicidade de encontrar ou que está à nossa procura, porque fomos destinados, para sempre, um ao outro.

Não há coincidências no amor. "A alma do homem é como a água; vem do céu, e sobe para o céu, para depois voltar à Terra, em eterno ir e vir". O destino determina o encontro de almas gêmeas. Sem dúvida, estamos fadados a encontrá-las. Mas o que decidimos fazer depois desse encontro depende de opção ou de livre arbítrio. Uma opção errada ou uma oportunidade perdida pode resultar em incrível solidão e sofrimento. Escolhas certas e oportunidades realizadas podem trazer-nos profunda satisfação e felicidade.

Para cada um de nós, existe alguma pessoa especial. Muitas vezes existem duas, três ou mesmo quatro. Todas vêm de gerações diferentes. Atravessam oceanos de tempo e profundidades celestiais para estarem conosco novamente. Vêm do outr…

Jefferson L. Orlando: A mudança acontece de dentro para fora...

A tão esperada virada do jogo começa dentro de nós, para só assim então, colocarmos ela em prática para fora em nossas atitudes e ações.
Não existe mudança verdadeira, quando a atitude parte somente de fora.
Não se engane querendo mostrar atitudes externas que não condizem com as internas, quando o silêncio da noite chegar e no seu íntimo você acessar, no mesmo momento irá saber que tem algo ai dentro que não mudou.
Para mudar é preciso coragem, determinação, foco, objetivo, garra e principalmente a tão esperada mudança nos padrões de pensamentos.
Se acostumar com os pensamentos a que vem tendo desde criança até hoje é fácil, não precisar mudar nada e chega a ser cômodo. Sair da zona de conforto às vezes é crucial, mas quase ninguém quer sair do conforto de não precisar colocar as mãos na massa da transformação.
A zona de conforto, não é necessariamente uma área em que a pessoa esteja vivendo uma vida ótima, com um excelente emprego, uma família equilibrada, um feliz relacionamento amoroso…

Machado de Assis - Eterno parênteses em aberto...

"Você é aquilo que ninguém vê. Uma coleção de histórias, estórias, memórias, dores, delícias, pecados, bondades, tragédias e sucessos, sentimentos e pensamentos. 

Se definir é se limitar. 

Você é um eterno parênteses em aberto, enquanto sua eternidade durar." 

Machado de Assis

Site:www.soldoeverest.com.br
Site no Somos Todos Um: www.stum.com.br/st13651
Canal Sol do Everest: www.youtube.com/soldoeverest