Pular para o conteúdo principal

Jefferson L. Orlando: A importância do ato de gostar de si mesmo


Hoje ao acordar tive um sentimento muito bom em meu coração e meu primeiro contato foi com o livro “Aprendendo a gostar de si mesmo” da escritora americana Louise L. Hay.

Confesso ainda não ter lido o mesmo, porém, sinto-me a vontade de colocar um trecho deste livro para que o mesmo possa tocar nas almas das pessoas que já estão preparadas e principalmente para aquelas pessoas que ainda precisavam de um empurrão, um despertar em seus íntimos em relação ao mais forte sentimento de se amar.

Trecho:

 
O amor é respeitoso, generoso, solidário e cheio de compaixão. Quem ama a si mesmo entra em sintonia com o universo no que ele tem de melhor e tudo flui em sua vida.
A Bíblia diz: “Ama a teu próximo como a ti mesmo”. Por mais simples e clara que esta afirmação possa parecer, levei muito tempo – e acho que isso acontece com a maioria das pessoas – para me dar conta desse “ti mesmo”. Mais ainda: para saber que, se não nos amarmos e respeitarmos, seremos incapazes de qualquer amor verdadeiro pelo outro.
Há uma tendência a achar que o amor a si mesmo é vaidade, egoísmo e arrogância, e é talvez por isso que ele não seja despertado e estimulado em nós desde pequenos. Pelo contrário, somos formados para atender o desejo alheio, a expectativa dos pais, as exigências dos professores, as ordens dos adultos. Lutamos desesperadamente para responder às solicitações externas, como forma de sermos amados pelos outros. E nesse esforço permanente perdemos de vista o incrível milagre que é cada um de nós como centelha divina e esplêndida expressão da vida”.


Realmente acho que precisamos de dedicação e exercício diário no ato de gostar de si mesmo, vamos olhar para dentro de nós e acreditar que somos capazes de nos amar cada dia mais.


Quando passamos para um nível acima, desligamos uma freqüência inferior, deixando para trás um estágio que não voltará mais e nesta nova etapa de nossas vidas elevamos nossos pensamentos, atitudes e de forma positiva contagiamos o próximo, gerando uma espécie de “corrente do bem”.

Nossos Mentores, Guias, Guardiões, Protetores, Amparadores e Mestres sempre estarão ao nosso lado, nos orientando , intuindo e instruindo, enviando vibrações divinas, tornando nossas vidas cada vez melhores e sempre nos aproximando de Deus.



Um [ ] fraterno

Amor
Determinação
Confiança


Jefferson L. Orlando


Canal Sol do Everest
, um Portal de Entretenimento, que reúnem Vídeos, Áudios, Palestras, Cursos, Entrevistas, Programas de TV, Rádio, Filmes, Músicas e tudo com muita Qualidade e feito com muita dedicação para vocês que passam por aqui...

Para acessar seu conteúdo, entre em www.youtube.com/soldoeverest

Postagens mais visitadas deste blog

Brian Weiss - Sobre Almas Gêmeas.

Em "SÓ O AMOR É REAL", Brian Weiss revela que cada um de nós possui alguém que nos acompanha pela eternidade. Alguém que já tivemos a felicidade de encontrar ou que está à nossa procura, porque fomos destinados, para sempre, um ao outro.

Não há coincidências no amor. "A alma do homem é como a água; vem do céu, e sobe para o céu, para depois voltar à Terra, em eterno ir e vir". O destino determina o encontro de almas gêmeas. Sem dúvida, estamos fadados a encontrá-las. Mas o que decidimos fazer depois desse encontro depende de opção ou de livre arbítrio. Uma opção errada ou uma oportunidade perdida pode resultar em incrível solidão e sofrimento. Escolhas certas e oportunidades realizadas podem trazer-nos profunda satisfação e felicidade.

Para cada um de nós, existe alguma pessoa especial. Muitas vezes existem duas, três ou mesmo quatro. Todas vêm de gerações diferentes. Atravessam oceanos de tempo e profundidades celestiais para estarem conosco novamente. Vêm do outr…

Machado de Assis - Eterno parênteses em aberto...

"Você é aquilo que ninguém vê. Uma coleção de histórias, estórias, memórias, dores, delícias, pecados, bondades, tragédias e sucessos, sentimentos e pensamentos. 

Se definir é se limitar. 

Você é um eterno parênteses em aberto, enquanto sua eternidade durar." 

Machado de Assis

Site:www.soldoeverest.com.br
Site no Somos Todos Um: www.stum.com.br/st13651
Canal Sol do Everest: www.youtube.com/soldoeverest

Jefferson L. Orlando: A mudança acontece de dentro para fora...

A tão esperada virada do jogo começa dentro de nós, para só assim então, colocarmos ela em prática para fora em nossas atitudes e ações.
Não existe mudança verdadeira, quando a atitude parte somente de fora.
Não se engane querendo mostrar atitudes externas que não condizem com as internas, quando o silêncio da noite chegar e no seu íntimo você acessar, no mesmo momento irá saber que tem algo ai dentro que não mudou.
Para mudar é preciso coragem, determinação, foco, objetivo, garra e principalmente a tão esperada mudança nos padrões de pensamentos.
Se acostumar com os pensamentos a que vem tendo desde criança até hoje é fácil, não precisar mudar nada e chega a ser cômodo. Sair da zona de conforto às vezes é crucial, mas quase ninguém quer sair do conforto de não precisar colocar as mãos na massa da transformação.
A zona de conforto, não é necessariamente uma área em que a pessoa esteja vivendo uma vida ótima, com um excelente emprego, uma família equilibrada, um feliz relacionamento amoroso…